A imprensa brasileira nos oitocentos e a história da educação: Hipólito da Costa e o Correio Braziliense

Marcília Rosa Periotto

Resumo


É um estudo sobre a relação imprensa e educação. A imprensa brasileira dos oitocentos é vista como uma fonte profícua para o entendimento do processo educativo ao qual se submeteu a sociedade brasileira em meio à construção de uma dada ideia de Nação nos albores do século XIX. Hipólito da Costa e o jornal Correio Braziliense são, então, objetos de estudo, no qual o objetivo é analisar o debate travado em nome da aplicação das ideias liberais em oposição ao absolutismo, cujo resultado consistiu na formação dos brasileiros e contribuiu para levá-los ao movimento da independência, na medida em que contribuiu com ideias necessárias ao enfrentamento político contra a metrópole portuguesa.

Palavras-Chave:

Imprensa-Educação. Hipólito da Costa-Correio Braziliense. Século XIX.


Texto completo:

PDF

Referências


BAHÉ, Marcos; LUCENA, Pierre. O noticioso e o doutrinário nos primeiros periódicos da imprensa brasileira, set./2008. Blog Acerto de Contas. Disponível em: <http://acertodecontas.blog.br/artigos/o-noticioso-e-o-doutrinario-nos-primeiros-periodicos-da-imprensa-brasileira/>. Acesso em: 17 ago. 2008.

BURKE, Peter. A Escola dos Annales (1929-1989): A Revolução Francesa da Historiografia. São Paulo: Editora UNESP, 1997.

CATANI, Denice; BASTOS, Maria Helena C. A Educação em revista: a imprensa periódica e a História da Educação. São Paulo: Escrituras, 1997.

CHACON, Vamirech. O discurso político de Frei Caneca. In: O Typhis pernambucano – Frei Joaquim do Amor Divino Caneca. Brasília: Senado Federal, Centro Gráfico, 1984.

CINQUE, Fernanda Regina. A educação no pensamento de Hipólito José da Costa: a ação pedagógica do Correio Braziliense no processo de independência do Brasil. Dissertação (Mestrado em História da Educação) Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2007.

FARIA FILHO, Luciano Mendes. Instrução Elementar no século XIX. In: LOPES, Eliane Marta Teixeira; FARIA FILHO, Luciano Mendes; VIEIRA, Cynthia Greive Veiga (Orgs.). 500 anos de Educação no Brasil. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

FARIA FILHO, Luciano Mendes; CHAMON, Carla Simone; ROSA, Walquiria Miranda. Educação Elementar: Minas Gerais na primeira metade do século XIX. Belo Horizonte: UFMG, 2006.

JANOTTI, Maria de Lourdes M. João Francisco Lisboa: jornalista e historiador. São Paulo: Ática, 1977. (Ensaios, 31).

LUSTOSA, Isabel. Insultos Impressos: a guerra dos jornalistas na Independência (1821- 1823). São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

MARSON, Isabel. Posições políticas na imprensa pernambucana: 1842-1849. São Paulo, 1974. Dissertação (Mestrado em Ciências - História) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 1974.

MARTINS, Wilson. História da inteligência brasileira (1794-1855). 2. ed. São Paulo: Cultrix: USP, 1978. v. II.

MELLO, José Marques de. Incursões pioneiras de Hipólito da Costa no mundo da imprensa, 2005. Rede Alfredo de Carvalho. Disponível em: <www.almanaquedadacomunicação.com.br>. Acesso em: 03 ago. 2009.

MOREIRA, Luciano da Silva. Combates Tipográficos. In: Revista do Arquivo Público Mineiro, ano XLIV, n. 1, jan./jun. 2008. Ouro Preto: Imprensa Oficial de Minas Gerais. p. 24-41.

MURASSE, Celina M. O Auxiliador da Indústria Nacional e a educação. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 4., 2006, Goiânia, GO. Anais... Goiânia: CBHE, 2006.

NORONHA, Olinda Maria. História da Educação: sobre a origem do pensamento utilitarista no ensino superior brasileiro. Campinas, SP: Alínea, 1988.

PAULA, Sérgio Góes de (Org. e Introd.). Hipólito José da Costa. São Paulo: Editora 34, 2001.

RODRIGUES, José Honório. Independência - revolução e contra-revolução: a evolução política. Rio de Janeiro: Livraria Francisco Alves, 1975. v. 1.

SAVIANI. Dermeval. Breves considerações sobre fontes para a história da educação. Revista Histedbr On-line, n. 22, agosto, 2006.

SILVA, Ana Rosa Clocet da. Consolidação da nação e escravidão no pensamento de José Bonifácio: 1783-1823. Campinas, SP: UNICAMP/Centro de Memória, 1999. (Coleção Tempo & Memória, n. 12)

TENGARRINHA, José. História da Imprensa Periódica Portuguesa. Lisboa: Portugália Editora, 1965.

VASCONCELLOS, Bernardo Pereira de. Manifesto político e exposição de princípios. Brasília: UnB, 1978.

CORREIO BRAZILIENSE OU ARMAZEM LITERÁRIO. São Paulo, SP: Imprensa Oficial do Estado; Brasília, DF: Correio Braziliense, 2003. (Edição fac-similar). v. 1-29.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

ISSN online: 2318-1982
ISSN impresso: 1414-5138 (até n.34, jul./dez.2012)

 

Indexada em: