Percepções acerca da produção acadêmica docente em Instituições de Ensino Superior brasileiras

Palavras-chave: produção acadêmica, pesquisa, Educação Superior.

Resumo

O cenário que envolve a Educação Superior Brasileira é marcado pela forte expansão de Instituições de Ensino Superior (IES) com vistas à ampliação da oferta de cursos de graduação. O foco quase que exclusivo na atividade de ensino, faz com que a atividade de pesquisa, mesmo sendo requisito legal, seja relegada a um segundo plano, de forma a desestimular a produção acadêmica docente na graduação. O presente artigo tem como objetivo apresentar e discutir as percepções acerca da produção acadêmica docente, assim como seus fatores de influência, no contexto do ensino de graduação presencial de IES brasileiras. Para atingir os objetivos propostos, partiu-se do referencial teórico sobre as questões que envolvem a pesquisa acadêmica, seu ambiente e suas condições; realizou-se um estudo de campo com docentes da educação superior, compondo uma amostra aleatória e de perfil heterogêneo, com respondentes de todas as regiões brasileiras e de IES públicas e privadas, por meio de questionário estruturado on-line. Na apresentação e análise dos resultados, buscou-se um entendimento abrangente sobre os principais aspectos que cercam a produção acadêmica docente em IES. Dentre os pontos mais relevantes, evidenciou-se de forma geral: falta de clareza nas políticas e ações de estímulo à pesquisa e à produção acadêmica, por parte das IES; e dificuldade em organizar o tempo para a pesquisa, o que indica que o aumento simplesmente de carga horária para esse fim pode não surtir efeitos. Dessa forma, os resultados do estudo podem enriquecer as discussões sobre o tema e fornecer subsídios que possam contribuir com as IES que anseiem a melhoria da produção acadêmica docente.

Biografia do Autor

Alexey Carvalho, Universidade Anhanguera de São Paulo
Doutor em Educação pela Universidade de Sorocaba (UNISO), Mestre em Tecnologia pelo Centro Paula Souza e Administrador. Professor e Diretor Executivo da Universidade Anhanguera de São Paulo (UNIAN-SP). Suas pesquisas tratam sobre avaliação da educação superior, gestão da educação superior e educação à distância.
Maria Alzira de Almeida Pimenta, Universidade de Sorocaba - PPGE em Educação
Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas, Mestre em Artes pela Universidade de São Paulo. professora do programa de Pós-graduação em Educação da Universidade de Sorocaba. Suas pesquisas tratam sobre avaliação da aprendizagem, fraude acadêmica e ética.

Referências

BRASIL. Decreto n. 5.773, de 9 de maio de 2006. Dispõe sobre o exercício das funções de regulação, supervisão e avaliação de instituições de educação superior e cursos superiores de graduação e sequenciais no sistema federal de ensino. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 10 maio 2006a.

______. Decreto n. 5.786, de 24 de maio de 2006. Dispõe sobre os centros universitários e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 25 maio 2006b.

______. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 23 dez. 1996.

CARVALHO, Alexey. Pesquisa e trabalho docente na educação superior. In: CONGRESO DE LA INTERNACIONAL DEL CONOCIMIENTO: CIENCIAS, TECNOLOGIAS Y CULTURAS – MIRANDO AL FUTURO DE AMERICA LATINA E EL CARIBE, 4., 10 out. 2015, Santiago do Chile. Simpósio n. 67. Santiago do Chile: Universidad de Santiago de Chile (USACH), 2015.

CHARLOT, Bernard. Texto apresentado no II Fórum Social Mundial pelo Fórum Mundial de Educação. Porto Alegre, 2001.

COSTA NETO, Pedro L. O. Estatística. São Paulo: Edgard Blücher, 1977. 264p.

DEMO, Pedro. Educar pela pesquisa. Campinas, SP: Autores Associados, 1996.

DIAS SOBRINHO, José. Democratização, qualidade e crise da Educação Superior: faces da exclusão e limites da inclusão. Educação e Sociedade, Campinas, SP, v. 31, n. 113, p. 1223-45, out./dez. 2010.

______. Avaliação da educação superior. Petrópolis, RJ: Vozes, 2000.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA (INEP). Instrumento de avaliação de cursos de graduação presencial e a distância. Brasília, DF, mar. 2015. Disponível em: <http://download.inep.gov.br/educacao_superior/avaliacao_cursos_graduacao/instrumentos/2015/instrumento_avaliacao_cursos_graduacao_presencial_distancia.pdf>. Acesso em: 7 abr. 2015.

______. Resumos Técnicos – Censo da Educação Superior 2012. Disponível em: <http://portal.inep.gov.br/web/censo-da-educacao-superior/resumos-tecnicos>. Acesso em: 27 abr. 2016.

Marconi, Marina de A.; LAKATOS, Eva Maria. Técnicas de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

Publicado
2017-07-28
Seção
Artigos